Odisseia – livro de Homero



Autor: Homero
Editora: Editora 34
Compre no Submarino

livro Odisseia, de HomeroO livro Odisseia é um poema épico, dos mais conhecidos da literatura grega clássica. Homero foi um dos principais escritores do período clássico da Grécia, sendo constantemente estudado e relembrado nos dias atuais. Depois do livro "Ilíada", "Odisseia" é principal texto de Homero na cultura grega. O título vem do nome do personagem principal, Odisseu, que ficou conhecido pela tradução latina como Ulisses. Diferentemente do primeiro poema, o enredo deste não trata de feitos bélicos e nem se restringe somente a um local isolado. Seu enredo trata de diversas viagens e aventuras de Ulisses, que foi um dos heróis da guerra de Troia.

Logo após a guerra, a volta de Ulisses e seus companheiros para seu reino, em Ítaca se inicia. Ulisses é obrigado a servir na guerra de Troia e deixando para trás sua amada esposa e seu filho, com apenas um mês de idade, chamado de Telêmaco. A guerra dura aproximadamente 10 anos e seu retorno para a família, mais 17. A esposa de Ulisses, Penélope, que continuava a acreditar na volta do seu rei e marido, estava sendo bastante pressionada por um grupo de pessoas que tinham por objetivo tomar o poder no lugar de Odisseu. Esse grupo afirmava que Ulisses estava morto e que ela deveria se casar logo com um dos “pretendentes” ao cargo do rei.

Com esta pressão, o filho do casal, Telêmaco sai à procura do pai, com a ajuda de alguns companheiros. Eles vão para Esparta e outras cidades, em busca de notícias e pistas que pudessem vir a ajudar a encontrar Ulisses. Ele, por uma série de entraves, tem sua volta muitas vezes adiado. Como o poema é bastante extenso, não cabe nesta pequena resenha, narrar todas as suas aventuras. Porém algumas delas são muito interessantes e vale mencioná-las:

  • Ulisses chega à ilha da ninfa Calypso, onde, por muito tempo, fica preso graças aos encantos e promessas que uma região cheia de mulheres promove para os marinheiros;
  • O aprisionamento do deus Éolo, o deus do vento, em um saco, que posteriormente é aberto e lança a embarcação para lugares ainda mais longínquos;
  • O lugar para onde foi jogada a embarcação pelo vento é a ilha da bruxa Circe, que transformou todos os marinheiros em porcos;
  • O aprisionamento de todos os viajantes pelo ciclope Polifemo e sua estratégia perspicaz para sair da prisão da caverna;
  • O fato de taparem os ouvidos com cera para não virem a serem atraídos pelos cantos das sereias, que eram devoradoras de homens.

Estas são algumas das muitas outras aventuras que foram utilizadas para evidenciar a maior das características de Ulisses: sua astúcia. Enquanto isso, a rainha Penélope, que continuava em Ítaca continuava sofrendo muita pressão dos pretendentes ao trono, já que Ulisses e seu filho Telêmaco não retornavam, mesmo depois de tanto tempo. Com isso, a rainha prometeu cozer um tapete e disse que se o rei não retornasse antes de ela acabar, ela escolheria um pretendente. Porém em razão do convívio com seu marido, o esperto Ulisses, Penélope cosia o tapete durante o dia, mas à noite o descosia, com o objetivo de poder ganhar mais tempo, esperando que o rei retornasse logo.

Depois de uma jornada com muitas aventuras e reviravoltas, Ulisses encontra seu filho Telêmaco e seu grupo, e juntos retornam a Ítaca. Alertado pelo filho sobre os pretendentes de seu trono, Ulisses se encontra com a deusa Atena, que lhe diz que retornasse o mais rápido possível, pois seria morto pelos pretendentes, que não iriam o reconhecer. Com isso, a deusa o transforma em um mendigo, disfarçando-o para que pudesse entrar no palácio sem ser visto por seus inimigos. Enquanto isso, a ardilosa trama de Penélope é descoberta e dela é exigido que fizesse a escolha de um pretendente. Ela, com o objetivo de ganhar tempo, diz que irá escolher aquele que conseguir retesar o arco do seu marido, teste este em que ninguém obteve sucesso. Ao fim, chega Ulisses disfarçado e consegue o feito. Com isso ele é logo reconhecido por sua esposa, que o aceita rapidamente como pretendente, para a revolta de todos os outros, que promovem uma enorme rebelião. Porém, Ulisses tendo seu arco em mãos, consegue reprimir a revolta e retomar o seu lugar de rei depois de sua interminável jornada.

Com isso, a ordem é restabelecida, e fica claro o significado principal do livro "Odisseia": o ideal de belo e bom guerreiro, que antes era atribuído apenas a Aquiles, também tem como modelo agora, Ulisses, que com sua destreza, astúcia, inteligência, esperteza e habilidade, tanto na arte da guerra quanto como governante. Os mitos homéricos sempre tinham como intenção principal que esse modelo fosse imitado pelos gregos de seu tempo. Com isso, um livro que resistiu por todos os séculos e é mundialmente conhecido como é o poema "Odisseia", de Homero, não pode deixar de ser apreciada nos dias atuais.

Livros
Sem comentários para “Odisseia – livro de Homero”

Deixe um comentário