Quem é você, Alasca – livro de John Green



Autor: John Green
Editora: Wmf Martins Fontes
Compre no Submarino

Livro "Quem é Você, Alasca"O livro "Quem é Você, Alasca", escrito por John Green, conta com Miles Halter como protagonista, um garoto solitário, magricela e praticamente sem amigos ou mesmo namorada. Em um dado momento da sua vida, ele (que é fascinado pelas últimas palavras de pessoas à beira da morte) se depara com a  frase derradeira do poeta François Rabelais  “Saio em busca de um Grande Talvez” e toma uma decisão por impulso.

Miles decide que não quer deixar para realizar tal descoberta quando já estiver morto, o que o leva a ir para Culver Creek, escola na qual uma grande parte de sua família estudou. É assim que Miles Halter deixa a Flórida para se deparar com o clima quente do estado do Alabama. Seus pais fazem questão de deixar claro que o garoto é livre para escolher seu próprio caminho, mas terá que arcar com as consequências, mesmo assim,  ele insiste nesta decisão.

No colégio ele vem a se tornar amigo de Chip Martin, que é chamado por todos de "O Coronel". Este é um aluno mantido nesta escola por uma bolsa de estudos e com um dom bastante singular de guardar um número inimaginável de dados na memória. É possível notar na leitura, que sua principal característica é uma grande aversão pelos ‘Guerreiros de Dia de Semana’, como são chamados  os filhos da alta classe, que aos finais de semana vão para as pomposas residências de seus pais.

Chip se torna o responsável por levar Miles a conhecer seus novos amigos: o garoto do Japão, Takuma, e Alasca, uma  misteriosa jovem com lindos olhos verdes. Miles logo nota que, apesar de ser muito linda, ela é também arrebatada, instável, geniosa e está envolta em uma aura bastante enigmática. Além disso, ela é uma mulher com grande apelo sensual, pela qual todos caem de amores muito rapidamente. Um pequeno detalhe nisso tudo é que ela tem um namorado, Jake, estudante em Vanderbilt e baixista de uma banda.

Alasca apresenta alguns pontos em comum com o protagonista da história, entre eles o grande amor pela literatura. E é neste ponto que toda a questão existencial da obra é levantada (principalmente por uma frase de Simón Bolívar coletada em um dos livros de Gabriel Garcia Marquez, o predileto de Alasca, e que não por acaso remetem  as últimas palavras do estadista): “Como sairei de tal labirinto?”

O livro todo é narrado em primeira pessoa por Miles,  que vai gradualmente retratando todas as suas vivências. O leitor pode esperar várias lições dele,  como, por exemplo, a importância da prática do autoperdão, além de questões religiosas abordadas de forma bastante imparcial, por seu professor de Religião.

Esta é mais um dos espetaculares livros de John Green, que é um dos maiores escritores de livros juvenis da atualidade. Ele já foi candidato ao prêmio Michael Printz Award For Excellence in Young Adult Literature por duas vezes, por esta obra retratada.

Livros
Comentários fechados