A Educação Para Além do Capital – livro de István Meszáros



Autor: István Meszáros
Editora: Boitempo
Compre no Submarino

livro "A Educação Para Além do Capital”, de István MeszárosO livro “A Educação Para Além do Capital”, de István Meszáros, é uma das mais conceituadas críticas ao sistema educacional vigente que, segundo o autor, está alienada a prática capitalista vigente – o maior entrave no que diz respeito às mudanças sociais. O autor nasceu na Hungria e é um renomado filósofo, sendo esta uma de suas obras mais conhecida e com maior renome mundial. O autor usa de algumas citações no início do livro, dentro do qual o enredo fica atrelado a elas. Em inúmeros pontos, Mészaros aponta para a educação voltada ao mercado e não como meio de instruir e educar para a vida. Ele acredita que a educação que em sua essência deveria ser fator para a transformação social acaba tendo suas mudanças limitadas apenas ao crescimento ao sistema, dentro de seus valores vigentes.

É importante sabermos que o autor fala não simplesmente da educação escolar, acadêmica. Ele vê tudo de uma forma ampla, onde sua importância reside no fato de ela ser um processo vital na vida de qualquer ser humano. Inicialmente o autor resgata no livro as principais concepções e correntes filosóficas que já foram produzidas sobre a educação, além de situá-las no âmbito histórico, mostrando que cada uma delas tem suas limitações e comprometimento, geralmente com os limites impostos pelo capitalismo da época.

Estas limitações justificam, não por incapacidade de seus produtores, mas por sua incapacidade, em apreender e também a transcender os limites que o capital impõe. As razões podem ser o seu total comprometimento ideológico com determinado movimento, como é o caso de John Locke, ou até mesmo quando estes são capazes de entender e denunciar as diversas mazelas produzidas por este sistema de controle, como foi o caso de famosos filósofos como Adam Smith e Robert Owen.

O autor prega a educação uma ótica estratégica, onde sua importância social é fundamental para o desenvolvimento (não apenas econômico) de um povo. Ao mesmo tempo ele relata que a educação, sozinha, não é capaz de deter o capital e o capitalismo.
Resumidamente, sem pensarmos na transformação das condições objetivas que cercam o sistema que o capital impõe sobre nossas culturas, não é possível acreditar de maneira realista em qualquer tipo de educação com função libertadora. Com estas as afirmações e deduções do sistema onde a acumulação de capital é vigente, Meszáros diz que o papel da educação é extremamente estratégico e primordial, pois ela é que está ligada às possibilidades de superação do poder do capital.

Somente assim teremos a construção de uma sociedade em que não haja mais a determinação dada pelas necessidades da produção de mercadorias, pela exploração alienante do trabalhador e pelo lucro. Com este caráter, que coloca a educação como propulsora de todo processo de mudança social no sentido de liberdade humana. Assim, como a superação do poder do capital não significa somente sua negação, mas sim uma construção de uma nova ideia, que seja capaz de sustentar-se sozinha. É somente através da educação que se poderá produzir esta nova concepção.

Desta forma o autor durante todo o livro defende a ideia de uma educação libertadora, que prepare as pessoas para viverem de forma plena e livre, não focados e alienados apenas nos objetivos de capital, onde possam buscar a felicidade e a realização de maneira ampla e não apenas material. É um livro bastante filosófico, onde a reflexão é ferramenta para seu entendimento durante várias passagens. Enfim, como o autor diversas vezes cita no “A Educação Para Além do Capital”, somente teremos pessoas livres e críticas quando a educação forma mais valorizada e repensada como elemento de transformação social.

Livros
Sem comentários para “A Educação Para Além do Capital – livro de István Meszáros”

Deixe um comentário