Pulmão de Aço – livro de Eliana Zagui



Autor: Eliana Zagui
Editora: Belaletra
Compre no Submarino

Pulmão de AçoEscrito por Eliana Zagui, “Pulmão de Aço” é um livro que conta a história da própria autora. Após ser ser diagnosticada com poliomelite quando tinha quase dois anos, teve de ser internada em um dos maiores hospitais do Brasil, o Hospital das Clinicas, local que foi seu lar e família por mais de 36 anos.

Nascida no de 1975, em Jaboticabal, interior do estado de São Paulo, Eliana Zagui nasceu em meio ao surto de poliomelite que acometeu o estado nos anos 70, e infelizmente não teve sorte, pois quando estava com apenas 1 ano e 9 meses, deu entrada no hospital de sua cidade nos braços dos pais, quase morta, o diagnostico foi poliomelite e com a ajuda de uma enfermeira, que ligou até para o prefeito da cidadezinha, conseguiu uma carona até o Hospital das Clinicas de São Paulo, onde foi submetida à um 'Pulmão de Aço”, instrumento que ajuda pessoas com problemas respiratórios a respirar com mais facilidade.

Conforme foi crescendo, Eliana viu e fez muita coisa, dentro do hospital, a garota conheceu amigos, perdeu pessoas que considerava irmãos, foi abandonada pela família, pensou em acabar com a vida, virou adolescente e então mulher, e hoje, aos 38 anos, Eliana ainda está em uma cama de hospital, mas se tornou um exemplo de superação.

Escrito por ela mesma, que o fez todo com um lápis fixado a uma espatula que ela manuseava com a boca, já que sua doença a impedia de mover-se do pescoço para baixo, “Pulmão de Aço” é uma obra que inspira e faz com que o leitor reflita sobre sua própria vivencia, colocando-se no lugar de Eliana em qualquer momento da obra.

Livros

6 comentários para “Pulmão de Aço – livro de Eliana Zagui”

  1. ANA says:

    Ela é mesmo um grande exemplo de vida para todos nos,principalmente p quem reclama de uma simples dor…Realmente uma historia emocionante q comove qq um…Ela é uma bençao de Deus…

  2. marcelina says:

    Exemplo de perseverança

  3. NomeLeticia says:

    Bom meu nome e Laissa e dia 21 amanha e dia 22 neste dia ganho meu livro (Pumao de Aco) descupe a falta de acentos, atraves disto que estou escrevendo nao da pra por! Mas estou aqui para disser que so quero let o livro por causa que tambem ja sofri muito na vida tenho 29 anos has costas perdi pessoas que amava , sempre amei no total sao 4 pessoas que perdi sim fassem falta sempre fizeram mas faze o que e a vida sei como e a dor de nao poder andar tenho um amigo caderanti , sei qual e o sofrimento de nao poder mexer as maos,sei come nao powder andar …Mas como sempre digo:A vida e curtinha como a de uma borboleta …Ou muito longa como a de uma arvore!!!!!!!
    ASS:LAISSA O. LIMA

  4. LAISSA says:

    Bom meu nome e Laissa e dia 22 amanha neste dia ganho meu livro (Pumao de Aco) descupe a falta de acentos, atraves disto que estou escrevendo nao da pra por! Mas estou aqui para disser que so quero ler o livro por causa que tambem ja sofri muito na vida tenho 29 anos nas costas perdi pessoas que amava , sempre amei no total sao 4 pessoas que perdi sim fassem falta sempre fizeram mas fazer o que e a vida sei como e a dor de nao poder andar tenho um amigo caderanti , sei qual e o sofrimento de nao poder mexer as maos,sei como e a for de nao poder andar …Mas como sempre digo:A vida e curtinha como a de uma borboleta …Ou muito longa como a de uma arvore!!!!!!! A Eliana Zagui e um anjo que caiu do seu!!!!
    ASS:LAISSA O. LIMA

  5. Aliny Barbosa says:

    Meu Deus, a história da Eliana, é um exemplo de superação, a falta de mobilidade não a impediu de sair da condição de confinada à uma cama, ao mesmo tempo nos faz repensar sobre as nossas atitudes enquanto hígidos, nos motiva a ir atrás dos nossos sonhos, enfrentar nossos medos e superar nossos desafios.
    Mesmo que a sua história de vida não nos comova ( impossível na minha opinião) faz se necessário ler, reler, presentear alguém com a sua obra.
    Defino a Eliana, como uma pessoa iluminada e muito determinada, sua existência nos faz acordar pra vida.

  6. Brunno. says:

    Para quem escreve que ela é um exemplo de vida para nós e tal, saiba que em um entrevista (que você encontra por aí na net facilmente), a Eliana escreve diz que não quer ser exemplo de vida pra ninguém e que não quer que estas pessoas os usem como “muletas” para suas vidas. Portanto, todo mundo sabe onde ela está, o livro dela não é de auto ajuda, é mais como uma forma de mostrar quem ela é. Vocês sabem onde ela está, vão lá conversar com ela, fazer uma visita, enfim, fazer parte da vida dela. Não paenas usem ela como muleta para melhorem a si mesmos.

Deixe um comentário