Violetas na Janela – livro de Vera Lúcia Marinzeck de Carvalho



Autor: Vera Lúcia Marinzeck de Carvalho
Editora: Petit
Compre no Submarino

Violetas na JanelaEnviado por Hellen Birello Vaz - “Violetas na Janela” é mais um livro psicografado por Vera Lúcia Marinzeck de Carvalho que faz muito sucesso (ela também é autora do livro “Novamente Juntos”). Conhecer a doutrina espírita, estudar, informar-se e estar preparado para o desencarne da matéria (o corpo) é quase mágico para Patrícia, nossa personagem principal.

Nesse livro compreendemos com ela como e por que a vida continua após a morte e que nossa série de aprendizados e descobertas sempre continua! Por ser um livro psicografado por Vera Lúcia, tia de Patrícia, conhecemos também este canal de comunicação baseado no amor de família e na sintonia por afinidades entre seus espíritos, principal motivo para que nossa protagonista levasse notícias a seus familiares e ainda narrasse seu aprendizado e, ao mesmo tempo, trazendo ensinando a todos que lêem esta obra espírita.

Conheça a vida em colônias nas moradas do Pai e receba com Patrícia as “Violetas na Janela”, plasmadas por sua mãe na tentativa de presenteá-la e manter-se presente na vida da filha que partira tão jovem.

Hellen é publicitária, espírita Kardecista e possui uma gráfica rápida em Campinas.

Livros, Resenhas dos Leitores

Um comentário para “Violetas na Janela – livro de Vera Lúcia Marinzeck de Carvalho”

  1. Vânia paula do nascimento martins says:

    Amei ler este lindo livro que me tirou as minhas duvidas sobre vida após morte ,que tem como nos comunica com as pessoas que amamos que partiu que um pequeno sinal esta pessoa pode dizer que nunca vai lhe deixar . perdi um grande amigo que era policial na baixada Santista na Cidade de Cubatão ele foi assasinado na frente de seu cachorro Rufino quando ele caiu o seu animal correu é foi avisar o paide seu dono ,depois que o Edú faleceu o seu cão o espera todos os dias no mesmo horario é haje como ele estivece acabado de chega ,com uma com 3 mêses que o Edú foi assasinado eu estava na casa da nossa a filhada Estela dormindo quando eu vim um clarão é quando eu olhei estava ele zelando o sono de sua estrelinha é de repente ele abriu os braços é duas enormes asas se abriro é ele sumil depois disso nunca mais o vi