1889 – livro de Laurentino Gomes



Autor: Laurentino Gomes
Editora: Globo
Compre no Submarino

Livro "1889", de Laurentino GomesO livro "1889" foi escrito pelo famosos repórter brasileiro Laurentino Gomes, seguindo a mesma linha de outros já consagrados best-sellers: "1808" e "1822". Como já diz o velho ditado, "a história é sempre contada pelos vencedores", porém nem sempre são estes os que deixam sua contribuição para a história. Além disso, costumamos ter acesso apenas à uma versão clean, limpa e politicamente correta de nossa história, mas que na maioria das vezes não corresponde com a verdadeira realidade dos fatos. Neste sentido, Laurentino Gomes faz estas pesquisas, no objetivo mostrar um pouco dos verdadeiros fatos e como circunstâncias variadas e excêntricas mudaram a história do Brasil para sempre!

O livro se inicia quando nas últimas semanas do ano de 1889, toda a tripulação de um navio brasileiro de guerra que se encontrava ancorado no porto de Colombo, situado a capital de Ceilão, o atual Siri Lanka. Toda essa tripulação foi pega de surpresa por notícias muito alarmantes que eram advindas do outro lado do planeta. O Brasil, país controlado por Portugal, havia então se tornado uma república. O Brasil, ou melhor, o império brasileiro, era tido até então como a mais estável, sólida e duradoura experiência de governo que se tinha na América Latina, com mais de 60 anos de história. Assim, na manhã de quinze de novembro daquele ano, tudo desabara. O admirado e ao mesmo tempo austero imperador Pedro II, que era considerado um dos homens mais cultos desta época e que também ocupara o trono por cerca de meio século, foi obrigado a sair do país juntamente com toda a família imperial as pressas. Depois disso ele passou a viver exilado na Europa, banido para sempre do solo em que nasceu. Durante este período, os destinos deste novo regime do Brasil estava nas mãos de um já idoso e doente alagoano, o marechal Manoel Deodoro da Fonseca, que até então era considerado monarquista ferrenho e convicto e também amigo do imperador deposto e expulso do país.

Essa é apenas uma das variadas histórias surpreendentes e que não são ensinadas nas aulas de história, que estão disponíveis no livro "1889". A obra, que tem como enfoque principal a Proclamação da República, fecha uma série de três livros iniciada com "1808", que tratava da fuga da corte portuguesa de Dom João para a cidade do Rio de Janeiro, continuada com o livro "1822", que tratava da Independência do Brasil. Se forem somados, estes dois livros iniciais venderam mais de 1,5 milhão de cópias no Brasil e foram vencedores de quatro prêmios Jabuti. Este, que é o fechamento da trilogia, conta com 24 capítulos e é ricamente ilustrado. "1889" contribui para a compreensão e conhecimento de um dos períodos mais controversos e conturbados da história do Brasil, feito em um relato bastante cativante que tem o cuidado em explicar não apenas os acontecimentos que deram fim a monarquia, mas também outros diversos episódios muito importantes da história do Brasil como por exemplo, o movimento abolicionista e a Guerra do Paraguai.

Livros
Sem comentários para “1889 – livro de Laurentino Gomes”

Deixe um comentário