O Teorema Katherine – livro de John Green

livro “O Teorema Katherine”, de John GreenO livro “O Teorema Katherine”, de John Green, conta a história de Colin Singleton, que é aparentemente um jovem comum, como os demais. Após um precoce nascimento, sua mãe fez questão que ele fosse criado como qualquer outra criança (apesar das dificuldades que isso lhe traria no futuro). Ele foi precoce não apenas em seu nascimento, mas em outros campos da vida: começou a ler com dois anos e domina pelo menos onze línguas diferentes. Seu pai sempre buscou estimular Colin a aprender cada vez mais, para aproveitar toda sua genialidade, ao contrário da esposa, que preferia ver seu filho crescendo normalmente, como qualquer outro menino de sua idade. Graças a uma dessas casualidades da vida onde não conseguimos encontrar explicações, ele só namorou garotas que se chamavam Katherine. Mas não estamos falando de uma ou duas, mas de dezenove jovens que tinham o mesmo nome. Como se não bastasse, o nome delas era sempre escrito da mesma forma. Continue lendo

Share on Facebook
Livros

Cidades de Papel – livro de John Green

livro "Cidades de Papel", de John GreenNo livro “Cidades de Papel”, de John Green, a história trata sobre Quentin, também chamado carinhosamente de Q, um garoto que está em seu último ano da escola e que é intensamente apaixonado por sua vizinha. Ela, Margo Roth Spielgelman, é a garota mais amada e disputada da escola. Quentin e Margo se conhecem desde que tinham dois anos de idade, e sempre foram muito amigos. Ainda na infância, quando ambos tinham apenas dez anos, encontram um homem morto no parque em que estavam andando de bicicleta. Margo então chegou à conclusão que “os fios dele tinham se arrebentado”, e isso fica matutando na cabeça de Q. Com o tempo, eles seguem caminhos diferentes, mas os dois voltam a lembrar daquele homem alguns anos depois. Continue lendo

Share on Facebook
Livros

Corta pra Mim – livro de Marcelo Rezende

Livro "Corta Pra Mim", de Marcelo RezendeEu estava lá! Bota no ar! Corta pra Mim! Estes são alguns dos principais bordões de Marcelo Rezende, um dos mais emblemáticos e conhecidos jornalistas do Brasil e que se destacou por seu jornalismo investigativo, sempre mostrando os problemas da sociedade sem medo e de uma forma clara e crítica, mas também sempre permeada pelo humor e irreverência. Sob este cenário, o livro “Corta pra Mim”, numa alusão ao mais famoso bordão, fala um pouco sobre como foi a vida deste carioca que faz já parte da história da televisão brasileira. Continue lendo

Share on Facebook
Livros

A Casa de Hades – livro de Rick Riordan

Livro "A Casa de Hades", de Rick RiordanLançado em Outubro de 2013, o livro “A Casa de Hades”, de Rick Riordan, é o quarto da série “Os Heróis do Olimpo”, que sucedeu a consagrada série de livros “Percy Jackson e os Olimpianos”. Assim como todos os anteriores do autor, o livro conta com uma mistura de ficção com aventura, baseada na mitologia greco-romana. No início do livro A tripulação do Argo II enfrenta dias bastante difíceis, pois Hazel está diante de uma encruzilhada. As forças de Gaia estão obstinadas a impedir que ele e sua tripulação avancem e alcancem seu desejo: chegar à Casa de Hades, que está localizada nas terras antigas, para resgatar Percy e Annabeth e assim fechar definitivamente as Portas da Morte. Isto irá impedir os monstros de retornarem ao mundo mortal. Tanto Hazel como o que restou da tripulação do Argo II sabe o que deve ser feito, porém todos os caminhos parecem eclodir no fracasso da missão. No entanto, eles sabem que precisam se decidir e principalmente agir rápido. Continue lendo

Share on Facebook
Livros

A Hora da Estrela – livro de Clarice Lispector

Livro "A Hora da Estrela", de Clarice LispectorO livro “A Hora da Estrela”, de Clarice Lispector, tem como enredo principal as desventuras de Macabéa, uma moça sonhadora e ingênua, recém-chegada do Nordeste na cidade do Rio de Janeiro. Com o choque cultural e as descobertas de valores de vida diferentes que enfrenta, ela vai se habituando à vida na cidade grande. Macabéa leva uma vida bastante simples e sem grandes emoções ou acontecimentos. Então começa a namorar Olímpico de Jesus, que por sua vez não vê nela nenhuma chance de ascensão social ou de melhora de condição de vida. Assim, como era de se esperar, abandona Macabéa para ficar com Glória, que era colega de trabalho dela, e cujo pai era açougueiro, o que fez o ambicioso nordestino em cogitar a possibilidade de melhora financeira e social. Continue lendo

Share on Facebook
Livros

A emparedada da Rua Nova – livro de Carneiro Vilela

livro "A emparedada da Rua Nova"O livro “A emparedada da Rua Nova”, escrita por Carneiro Vilela é também uma lenda urbana recifense. A história relata o caso de uma jovem burguesa, engravidada pelo namorado e que foi emparedada viva em seu próprio quarto a mando de seu pai, Jaime Favais, apenas para encobrir a vergonha da família e preservar-lhe a honra. O crime teria sido cometido num sobrado na Rua Nova, número 200 (segundo o neto do escritor). A obra foi editada em folhetim no Jornal Pequeno, entre 1909 e 1912, depois transformada em volume. Continue lendo

Share on Facebook
Livros

Inferno – livro de Dan Brown

livro Inferno, de Dan BrownO livro “Inferno” foi escrito por Dan Brown, um dos mais premiados e famosos escritores da atualidade. O autor possui um jeito único de prender a atenção dos leitores, talento este já consagrado em outros já ‘best-seller’, como os livros “O Código da Vinci”, “Anjos e Demônios” e “O Símbolo Perdido”. Diga-se de passagem, todos estes foram protagonizados pelo doutor em simbologia e professor da Universidade de Harvard, Robert Lagndon (que já deu as caras até no cinema, muito bem interpretado por Tom Hanks). “Inferno” tem como pano de fundo o livro “Divina Comédia”, obra prima de Dante Alighieri que conta com a primeira etapa de mesmo nome. Continue lendo

Share on Facebook
Livros

Viagem ao Centro da Terra – livro de Júlio Verne

livro "Viagem ao Centro da Terra", de Júlio VerneO livro “Viagem ao Centro da Terra” é um testemunho vivo da imensa genialidade de Júlio Verne, um dos mais renomados escritores de ficção científica que a literatura mundial possui. De certa maneira, ele toma a imagem de um profeta, pois diversos de seus livros (assim como este) prevê futuras inovações da ciência. Mas antes de tudo, Verne é um incrível narrador de histórias que, aliado ao seu conhecimento científico, o consagra como um dos melhores escritores da humanidade. O livro trata da história de Lidenbrock, um professor de mineralogia que adora livros raros (justamente este foi o motivo do começo da aventura). Continue lendo

Share on Facebook
Livros

Como a Geração Sexo-Drogas-e-Rock’n’roll Salvou Hollywood – livro de Peter Biskind

Livro "Como a Geração Sexo-Drogas-e-Rock'n'roll Salvou Hollywood", de Peter BiskindO livro “Como a Geração Sexo-Drogas-e-Rock’n’roll Salvou Hollywood”, do jornalista americano Peter Biskind,  aborda a contracultura no cinema, mergulhando no universo de uma geração “sem destino”, que quebrou paradigmas de comportamento e abalou as opiniões enraizadas no senso comum. Com uma narrativa extensa e detalhada, repleta de casos e pormenores da vida dos maiores nomes de uma geração de profissionais de cinema que confrontou os chefes dos estúdios, a obra traça o perfil de um momento ultracriativo para uma indústria que até então se encontrava instalada no marasmo dos filmes mornos da geração de Doris Day e Rock Hudson. Continue lendo

Share on Facebook
Livros, Resenhas dos Leitores

Holocausto Brasileiro – Livro de Daniela Arbex

Livro Holocausto Brasileiro: "Vida, Genocídio e 60 Mil Mortes no Maior Hospício do Brasil", de Daniela Arbex“Ó, vós que entrais, abandonai toda esperança.” (Dante Alighiere, 1265-1321). Essa poderia ser a inscrição no portão do Hospital Colônia, em Barbacena. O livro “Holocausto Brasileiro”, da repórter Daniela Arbex, denuncia as atrocidades que foram cometidas durante 5 décadas nesse inferno com roupagem hospitalar, a anuência das autoridades, médicos e funcionários e a omissão da população. Mesmo com denúncias em revistas, jornais e documentários, todas essas atrocidades continuaram acontecendo e, assim que as notícias esfriavam, o massacre e a barbárie recomeçavam. Nesse período, o Hospital Colônia foi um depósito de pessoas consideradas “inaptas” a viverem em sociedade: epilépticos, alcoólatras, mães solteiras, homossexuais, pessoas com depressão, tímidos e indigentes. Os pacientes passavam fome, frio e eram tratados com loucos, violados, estuprados e mortos. Os corpos eram vendidos para as faculdades de medicina, criando um macabro e lucrativo comércio. Continue lendo

Share on Facebook
Livros, Resenhas dos Leitores